09.11.2017 | Novembro Azul: Laguna Carapã reforça ações voltadas à saúde do homem

O Município de Laguna Carapã, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, já iniciou as ações da campanha Novembro Azul, que tem como foco a saúde do homem e a prevenção ao câncer de próstata. As ações de atenção básica do município incluem palestras de sensibilização nas empresas e reforço nas consultas e exames clínicos, além de testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites virais B e C. No mês de outubro, durante a campanha Outubro Rosa, foram mais de 100 atendimentos voltados à mulher, entre consultas e exames de preventivo. A coordenadora de Atenção Básica do município, Roseni de Souza Oliveira, explica que as ações do Novembro Azul já começam a dar resultado, a partir de uma procura maior do público masculino pelas consultas e testes rápidos. "A abordagem dos homens é mais difícil do que das mulheres, porque há uma resistência aos cuidados com a saúde. Apesar disso, já tivemos um aumento significativo na procura pelos atendimentos referentes à campanha", comemora. Uma das principais ações será a realização de palestras e testes rápidos nas empresas que concentram grande número de funcionários do sexo masculino. Já estão confirmadas ações nas empresas Lar, Oeste Verde e Coamo. No dia 22 de novembro, haverá atendimento especial na unidade do Bocajá com o médico Berman Justiniano Arambel, onde serão feitas consultas, solicitação de exames e testes rápidos. Já no dia 24 de novembro acontece o Dia D de prevenção ao câncer de próstata, com atendimento para homens na unidade central às 18h com os médicos Berman Arambel e Aurélio Mendes. **Novembro Azul** O câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. Somente entre 2016 e 2017, 61,2 mil novos casos foram estimados pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca). Além de sensibilizar sobre a prevenção e a detecção precoce do câncer, a campanha Novembro Azul também é voltada à saúde do homem de forma geral, incentivando hábitos de vida saudáveis como alimentação equilibrada, prática de exercícios físicos e controle do tabagismo e da ingestão de bebidas alcoólicas. De acordo com o Ministério da Saúde, o homem morre mais cedo e principalmente de causas externas (como acidentes e violência), sofre mais de problemas cardíacos e apresenta comportamentos de risco mais frequentes.